MagniFinance | Blog

Logo MagniFinance

Email Marketing para pequenas empresas

Numa pequena empresa, especialmente numa fase inicial, é difícil ter um budget para o marketing que possibilita grandes campanhas. Nesta situação tem que se ser um pouco criativo e fazer o melhor possível com os poucos recursos disponíveis.

Marcos C A Silva

31 Março 2018

Os contactos que a sua empresa vai estabelecendo ao longo da sua atividade são um dos ativos mais preciosos. São pessoas e empresas que demonstraram interesse nos nossos produtos / serviços, que já nos conhecem e que idealmente têm uma boa imagem da nossa empresa. Talvez a melhor maneira de trabalhar estes contactos é através do envio de emails. Não são necessários muitos recursos, tem um custo baixo e contribui ativamente para fortalecer a ligação destes contactos com a nossa empresa.

Um dos ativos mais preciosos de uma empresa são os contactos que vai estabelecendo ao longo da sua atividade. São pessoas e empresas que demonstraram interesse nos nossos produtos / serviços, que já nos conhecem e que idealmente têm uma boa imagem da nossa empresa.

Talvez a melhor maneira de trabalhar estes contactos é através do envio de e-mails. Não são necessários muitos recursos, tem um custo baixo e contribui ativamente para fortalecer a ligação destes contactos com a nossa empresa. Temos um conjunto de boas práticas para o envio de e-mails:

– Utilize apenas contactos que foram obtidos pelo seu negócio. Enviar e-mails para listas das quais não sabe muito bem a origem não só não irá trazer resultados como poderá contribuir para que os seus e-mails sejam considerados spam no futuro;

– Possibilite sempre a remoção por parte da empresa cliente da sua lista de e-mails. Se o cliente não tiver esta opção e não quiser receber os seus e-mails o mais provável é que o classifique como spam. Esta classificação terá consequências a médio prazo na forma como os seus e-mails são interpretados pelos fornecedores de serviço de e-mail, que o podem considerar spam no futuro mesmo para os clientes que teriam interesse em o receber;

Tenha em conta o layout do e-mail. Evite usar apenas imagens, que podem ser bloqueadas por omissão por vários fornecedores de serviço de e-mail empresariais. Experimente o layout nos principais fornecedores de serviço de e-mail (gmail, outlook, etc) e também em aplicações de e-mail locais, online, e mobile pois a formatação pode variar bastante;

Coloque um “call to action”, ou seja, possibilite que o utilizador tome uma ação directamente a partir do e-mail. Pode ser um link para o seu site ou para uma página de promoção por exemplo;

– Coloque conteúdos úteis no e-mail, e não apenas conteúdos promocionais. Se tiver uma lista de contactos grande pode diferenciar os conteúdos e títulos dos e-mails (por exemplo por atividade da empresa cliente) para aumentar a sua probabilidade de sucesso;

É muito importante que vá experimentando diferentes abordagens (títulos, layouts, horas do dia em que envia) e analisando constantemente os resultados (taxas de aberturas, cliques), melhorando continuamente todo o processo.

Existem ferramentas que o podem ajudar na construção do próprio email, no envio e na análise dos resultados. Como referência deixa-mos o Mailchimp, mas com certeza existem outras igualmente válidas.

Quer receber notícias sempre que lançarmos um novo artigo?

Já experimentou a nossa plataforma de gestão financeira?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *